quarta-feira, 1 de março de 2017

Walter, Vila Nova e Goiás na Quarta feira decisiva para o futebol goiano

É dia de decisão, ou melhor decisões, para o futebol goiano, o Vila Nova tem pela frente um adversário ferido que vem à Goiânia buscar uma sobrevida no trimestre. O Vasco da Gama foi eliminado pelo Flamengo da Taça Guanabara e a torcida espera que o Vila Nova pague o pato pela derrota nesta Quarta.

O Tigrão esta preparado, o retono de Wallison e Hiroshi dão um alento ao torcedor que deve lotar as arquibancadas do Serra Dourada. Tecnicamente, o Vila não esta muito distante do Vasco da Gama dirigido pelo Cristovão Borges, é uma equipe de maior investimento, mas assim como o time carioca, os goianos tem atacantes que sabem e gostam de fazer gols. É preciso ajustar as peças no meio campo, setor vulnerável nas duas equipes. 

Como acontece no Vasco, o problema do Tigrão também não é na zaga, onde Wesley Matos vem se destacando, mas sim no setor de meio campo que tem criado pouco, não tendo feito a bola chegar com qualidade aos atacantes. Nas últimas partidas o time de Mazola Júnior obteve os pontos satisfatórios, mas se deixou marcar com certa facilidade pelos adversários. A criação esta precária no naquele sertor do campo. 

A volta de Hiroshi dá um alento neste sentido, uma vez que ele é a cabeça pensante do time neste momento e tem a missão de municiar Móises e Wallison em busca dos gols que vão garantir uma boa receita para Tigrão na sequência da competição, pouco mais de meio milhão de reais.

Seguidores