terça-feira, 28 de abril de 2015

MPF denuncia 27 pessoas na Lava Jato e Renato Duque volta a ser preso

Segundo as investigações, Renato Duque teria esvaziado as contas na Suíça e transferido o dinheiro para vários países, entre eles Mônaco. Os valores foram para as contas de duas offshores, empresas abertas em outros países, controladas por Duque, ainda segundo os investigadores. Mais de 20 milhões de euros, o equivalente a quase R$ 70 milhões, já foram bloqueados a pedido da Justiça brasileira.

“Hoje a corrupção é um crime de baixo risco. Se nós queremos combater de modo eficiente à corrupção nós devemos transformá-la em um crime de alto risco”, diz Deltan Dallagnol,procurador do Ministério Público Federal.

O advogado de Renato Duque negou as denúncias. “Renato Duque nega a propriedade de valores fora do país e nega a movimentação de valores fora do Brasil”, argumenta Alexandre Lopes, advogado de Renato Duque.

As investigações da décima fase da Operação Lava Jato, chamada de "Que Pais é Esse”, foram feitas com base em seis depoimentos feitos em delação premiada.
Jornal da Globo - MPF denuncia 27 pessoas na Lava Jato e Renato Duque volta a ser preso


Seguidores