terça-feira, 28 de abril de 2015

Mercadante nega interferência do Planalto no Banco Central

Após participar de uma reunião com a presidente Dilma Rousseff e representantes de montadoras de automóveis com fábricas no país, o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, defendeu o modelo de autonomia operacional, mas não formal, do Banco Central (BC). 

"Nunca houve interferência na autonomia operacional do Banco Central", disse Mercadante. 

Aloizio Mercadante também comentou a pesquisa CNI/Ibope, divulgada nesta quarta-feira, e que mostra que a aprovação do governo é de 12%. 

O ministro afirmou que a pesquisa indica que a “fotografia não é boa”

Segundo ele, o resultado exige do governo “humildade” e “trabalho”

Apesar do resultado, Mercadante acredita que o "filme" ao fim do segundo mandato da presidente Dilma Rousseff "vai ser muito bom".
Jornal do Brasil - País - Mercadante nega interferência do Planalto no Banco Central


Seguidores